Player Who Returned 10000 Years Later – Capítulo 4

Terra desconhecida, cenário conhecido (1)

— Uhh… como assim…?

Han Seol-ah olhou para KangWoo, confusa. Pela sua expressão, parecia que ela não sabia se deveria ficar brava ou dizer obrigada.

—Ah, desculpa. — KangWoo balançou a cabeça e tentou voltar ao normal, soltando a mão da garota.

‘Preciso me controlar.’

Ele deu sorte ao encontrar outra pessoa e não queria que ela pensasse que ele era algum tipo de maluco.

— Meu nome é Oh KangWoo. Você disse que seu nome era Han Seol-ah? Tá machucada?

—Sim, não é nada demais… Ugh! — Ela gemeu por causa da dor nas suas pernas, e caiu logo em seguida. Um objeto quadrado também caiu do seu bolso quando ela foi de encontro ao chão.

‘Celular…’

Depois de ver o que era, os olhos de KangWoo brilharam. O objeto definitivamente era algo de que tinha lembranças —, um celular.

‘Essa é… a Terra?’

O nome que apareceu no celular dela era “Han Seol-ah” em coreano.

Mas além disso…

‘Consigo conversar com ela.’

Ele não estava falando com ela na língua dos demônios, na verdade, estava usando a língua de antes de cair no inferno.

O fato deles estarem conseguindo se comunicar significava que estavam mesmo na Terra, e que ela era Coreana.

‘Fico feliz de ter praticado, se não eu já teria esquecido tudo da língua.’

No inferno, ele tinha proibido os demônios de usar a linguagem local, e em vez disso, fez com que eles aprendessem Coreano.

— Você tá bem?

Rip-!

KangWoo rasgou as roupas que estava usando e as enrolou na perna dela. Era um pedaço de roupa feita de tecidos que eram difíceis de conseguir no inferno, já que a maioria não entendia o conceito de usar roupas.

— Ah… Sim, obrigada. — As bochechas da Han Seol-ah coraram um pouco depois de ver ele rasgar suas próprias roupas sem um pingo de hesitação.

No começo, ela estava com medo dele, já que ele disse coisas como “Vamos nos casar” e “Três filhos parece bom”, mas esse medo já tinha desaparecido.

— Obrigado por me ajudar.

Se não fosse por ele, a jovem teria sido atacada pelos goblins de antes. No pior dos casos, talvez alguma coisa pior pudesse ter acontecido.

‘Ouvi que, entre os monstros, alguns sentem atração pelos humanos.’

Desse ponto de vista, KangWoo era mais do que um herói. Ela se sentiu culpada por duvidar do seu caráter, mesmo que um pouco.

‘Sou muito grata a ele.’

Um sorriso apareceu no rosto da Han Seol-ah, e ela mexeu sua cabeça. Não fazia muito tempo desde que despertou como uma jogadora, mas ela tinha ouvido muitas coisas sobre o mundo.

A maioria das pessoas trairiam um membro de time sem nem pensar duas vezes, se isso trouxesse algum tipo de lucro. Embora nem todo mundo fosse tão egoísta, era incomum um jogador correr para salvar alguém em perigo depois de ouvir um grito.

— Não se esforce demais.

— Certo.

KangWoo sorriu também ao ver o sorriso nos lábios dela.

‘Ótimo.’

O fato dele ter conseguido se dar bem com a jovem era muito significativo. Han Seol-ah já havia se tornado alguém muito importante para ele. Ela não era só a primeira humana que encontrou depois de voltar dos Infernos, mas também tinha muitas informações que ele não tinha.

‘Por que monstros assim apareceram na Terra?’

A Terra atual era muito diferente da que ele lembrava, e ela era a única pessoa que podia explicar isso para ele naquele momento.

‘Primeiro…’

KangWoo pegou o telefone que caiu do bolso. Com naturalidade, tocou no botão do meio, e ao fazer isso, viu a informação que procurava.

[22 de maio, 2023 3:34 PM]

‘2023?’

O ano que ele tinha caído no Inferno era 2018; isso significava que ele estava cinco anos no futuro.

‘Não errei ao controlar o tempo de retorno.’

KangWoo estava preparado para uma diferença de 10 ou até mesmo 20 anos. O fato de que a diferença era apenas 5 significava que ele tinha feito um trabalho melhor do que o esperado.

Entretanto, lembrando-se que apenas cinco anos haviam se passado… muita coisa tinha mudado.

‘Em apenas cinco anos, esses monstros apareceram na Terra?’

Ele não conseguia entender o que tinha acontecido para monstros assim habitarem livremente a floresta.

‘Preciso de mais informações.’ Não sabia muito sobre a situação atual ainda, por isso precisava de ajuda.

Foi então que o homem virou sua cabeça em direção a Han Seol-ah.

— Toma o seu celular.

— Ah, obrigada.

— Deixando isso de lado, por que você tá num lugar desses?

— Ugh… — com a pergunta, ela respondeu em um tom baixo:— Por questões pessoais, tentei caçar sozinha num portal. Haha, eu acabei de despertar como uma jogadora, e mesmo assim tentei caçar num portal de rank-E… Fui idiota… — disse em tom baixo, se repreendendo.

Os olhos de KangWoo brilharam depois de ouvir essas palavras.

‘Portal, jogadora…’ O portal provavelmente era o lugar que eles estavam no momento. ‘E despertar como um jogador provavelmente significa…’

KangWoo se lembrou da janela de atributos que tinha visto antes. E ali, na parte de nome, claramente dizia ‘jogador.’

— Qual é o seu nível? — KangWoo perguntou com um tom natural.

— Como acabei de despertar, tô no nível 6. Mas o que um jogador de alto nível como o Sr. KangWoo tá fazendo num portal de rank-E?

Ela achou que ele era um jogador de alto nível, apesar do seu nível ser 3.

‘Acho que é óbvio ela pensar assim.’

Ele aniquilou um grupo de goblins que ela não estava conseguindo lidar, mesmo estando vários níveis acima.

Se o nível do qual ela falava funcionava como um atributo que indicava o quão forte alguém era, seria normal ela confundir ele com um jogador de alto nível.

— Por razões pessoais, também.

— Ah… Entendi. — Han Seol-ah acenou com a cabeça depois de ouvir a sua resposta.

Não era normal jogadores de alto nível entrarem em portais de rank baixo, mas se ele não queria dizer o motivo, ela não podia perguntar mais.

— Ugh…

— Consegue ficar de pé?

— Sim. Graças a você, acho que consigo andar um pouco.

— Vou te ajudar.

— N-Não. Tá tudo bem, não quero te incomodar mais…

— Recusar não é uma virtude.

KangWoo pegou um dos braços dela. E a Han Seol-ah sentiu seu rosto corar. Então, abaixou a cabeça, envergonhada.

— Pra onde a gente vai?

— P-Por aqui.

Ela estava com tanta vergonha que não achou estranho um jogador de alto nível como o KangWoo não saber a direção do portal, por isso simplesmente apontou para o lugar com o dedo.

— Vamos.

Enquanto a ajudava a andar, eles lentamente começaram a se mover em direção ao portal.

‘Felizmente parece que ela não tá suspeitando de nada.’

Não tinha como ela saber a verdadeira identidade dele, mas o sujeito queria evitar ser visto como alguém suspeito.

‘Ela provavelmente vai achar que eu sou maluco.’

Ele não queria que a primeira mulher que viu em dez mil anos, que além de tudo era bonita, pensasse nele desse jeito. O primeiro passo do seu retorno à Terra era conseguir se misturar ao máximo na sociedade.

Enquanto pensava nisso, naturalmente sincronizou seu ritmo com o dela.

— Isso…

— Chegamos.

Havia um portal de cor branca onde ela estava apontando. Tinha por volta de 30 metros, era bem maior do que o portal escuro que ele tinha atravessado.

‘Então isso significa que esse lugar não é a Terra.’

‘Se as pessoas entraram nesse lugar através de um portal, significa que os monstros não invadiram o nosso planeta.’

‘Esse é um lugar tipo os Infernos…?’

O fato de ser uma dimensão que dava para entrar através de um portal a tornava parecida com o inferno.

‘Como esse portal tá sendo mantido?’

Surpreso, KangWoo olhou para o portal branco. Ele não conseguia ver armas fortes como as armas dos arquiduques que criaram uma fenda dimensional.

— Sr. KangWoo?

— Ah, é. Vamos sair. — KangWoo voltou ao normal depois da Seol-ah dizer seu nome. Ele andou para o portal enquanto ainda a ajudava.

A sensação estranha de atravessar dimensões se apossou do seu corpo, e eles atravessaram pro outro lado.

Burburinho-

— Estamos procurando por membros de grupo para caçar goblins no portal rank-E!

— Tanques! Não tem nenhum aqui?!

— Sou um ladino… posso participar do grupo?

— Ah, foi mal. Não aceitamos ladinos.

Eles podiam ouvir pessoas gritando por todo lado enquanto saiam do portal, era como se eles tivessem surgindo em um mercado.

— Ah… — KangWoo, mais uma vez, ficou emocionado ao ver todas aquelas pessoas em volta.

’Humanos…’ Haviam humanos a sua volta. ‘Eu realmente voltei…’

Embora não fosse uma Terra familiar, o cenário era familiar. Naquele momento, ele percebeu que realmente tinha voltado para casa. Todas as dúvidas e medos desapareceram, e uma energia alegre se espalhou pelo seu corpo.

KangWoo estava tão comovido que seu corpo até mesmo tremeu um pouco.

— Uhh… Sr. KangWoo. — Han Seol-ah cuidadosamente disse seu nome.

Ele virou a cabeça para observá-la.

— Se não se importar, quer vir pra minha casa? Quero pelo menos te convidar pra jantar. — disse com um tom de desculpas enquanto olhava para as roupas do sujeito, que tinha sido rasgado para amarrar sua perna ferida.

Na realidade, dar dinheiro como compensação seria a coisa certa, mas no momento, ela não tinha como fazer isso. Além disso, não queria só agradecer a pessoa que havia salvado a sua vida e depois sair andando.

‘…..!’ O corpo dele tremeu novamente depois de ouvir aquilo.

Uma garota, e não só isso…

E pensar que a mulher que ele acabou de ajudar o convidaria para sua casa. Era algo muito estimulante para alguém que, nos últimos dez mil anos, só havia encontrado garotas nos seus sonhos.

Ele sentiu como se ela tivesse dito, ‘Oppa, não quer ir comer um pouco de ramyeon?’

‘Isso…’ KangWoo cerrou seus punhos. Uma excitação ferveu dentro do seu corpo. ‘O vento tá soprando….’

Todos os tipos de pensamentos diferentes passaram pela sua mente. Em sua imaginação, já estava vivendo uma vida feliz numa casa com a Han Seol-ah e três filhos.

‘O vento tá soprando!!!’

Uma brisa quente de verão estava soprando em seu coração, que havia apodrecido depois de passar dez mil anos nos Infernos.

um escudo com um dragão ao centro para representar nossa scan de caçadores

Direitos autorais e marcas para mangás, e outros materiais promocionais são mantidos por seus respectivos proprietários e a sua utilização é permitida nos termos da cláusula de uso justo da Lei de Direitos Autorais Americana. (Copyrights and trademarks for the manga, and other promotional materials are held by their respective owners and their use is allowed under the fair use clause of the U.S. Copyright Law.)

© Hunters Scan